A cantora
Beyoncé vai regressar ao cinema musical após o sucesso de
«Dreamgirls» numa nova versão do clássico
«A Star is Born», que já deu origem a três filmes.
Clint Eastwood está actualmente em negociações para realizar mas já está garantido que o cineasta produzirá o filme juntamente com
Jon Peters e
Bill Gerber. Trata-se de um projecto há muito acalentado pelo estúdio Warner Bros, que já antes tinha contactado cineastas como
Joel Schumacher e
Nick Cassavetes, e actores como
Will Smith e
Russell Crowe.

A história é a de uma jovem e sonhadora artista, descoberta por uma grande estrela que acaba por lançá-la na senda do sucesso e com quem acaba por casar. O drama instala-se quando a carreira dele entra em decadência devido à dependência do álcool e a dela começa a ultrapassá-lo.

Will Fetters é o autor da nova versão do argumento, que desta feita assume uma vertente musical, com o mundo de rock como envolvência principal.

«A Star is Born» já teve três versões: a primeira e a que deu origem a tudo é
«Nasceu uma Estrela» e foi realizada em 1937 por
William Wellman, com
Janet Gaynor e
Fredric March nos papéis principais. O filme, um dos primeiros em Technicolor, passava-se no mundo do cinema, tal como seu remake de 1953,
«Assim Nasce Um Estrela», realizado por
George Cukor e geralmente considerado a melhor de todas as versões, com
Judy Garland e
James Mason inesquecíveis nos papéis principais. Finalmente, em 1976, a história foi deslocada para o mundo da música com
«Nasce Uma Estrela», num filme de
Frank Pierson protagonizado por
Barbra Streisand e
Kris Kristofferson.

SAPO/Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.