Os Cinemas UCI, que com 45 ecrãs em três centros comerciais são o quarto maior exibidor em Portugal, anunciaram hoje o fecho dos seus espaços, por um período indeterminado, para fazer face à pandemia do novo coronavírus.

Os cinemas UCI têm 45 ecrãs nos centros comerciais Arrábida, em Vila Nova de Gaia, El Corte Inglés, em Lisboa, e UBBO, na Amadora, com um total de 9.279 lugares.

“No cumprimento de diretrizes governamentais, os nossos cinemas irão permanecer encerrados até indicação contrária. Esperamos voltar a recebê-lo o mais breve possível”, pode ler-se numa mensagem na página dos cinemas.

COVID-19. Salas de cinema NOS encerradas "pelo tempo que se justificar"
COVID-19. Salas de cinema NOS encerradas "pelo tempo que se justificar"
Ver artigo

Também hoje, a NOS Cinemas, exibidora líder do mercado, revelou que vai fechar as 219 salas que detém em todo o país por “motivos de saúde e segurança”, em resposta à pandemia de Covid-19.

"Apesar de já estarem em vigor medidas de prevenção que acautelavam a proteção de clientes e colaboradores como, por exemplo, a redução da capacidade das salas em 50% até um máximo de 150 pessoas por sala, a realização de sessões sem lugares marcados e o reforço da limpeza e higienização, a empresa decidiu que o cancelamento é a medida adequada numa fase em que é crítica a permanência em casa das pessoas e das famílias portuguesas", referiu a NOS.

A exibidora Medeia Filmes anunciou igualmente o encerramento do Espaço Nimas, em Lisboa, de hoje a 15 de abril, e o Cinema Ideal, um dos primeiros a anunciar planos de contingência, na semana passada, manter-se-á encerrado até 2 de abril.

O Cinema Trindade, no Porto, fechou as portas na semana passada, assim como o Cineclube de Viseu, que também cancelou todas as sessões até ao final de março, e o Cineclube do Porto, que cancelou na altura "todas as atividades" para a Casa das Artes.

COVID-19 afasta espectadores: antes de fecharem, cinemas portugueses já estavam vazios
COVID-19 afasta espectadores: antes de fecharem, cinemas portugueses já estavam vazios
Ver artigo

De acordo com os dados do ICA, a rede portuguesa de exibição comercial de cinema integra 535 salas, com cerca de 99 mil lugares.

A NOS Cinemas é a maior exibidora nacional, com 219 salas em todo o país, o que representa 40,9% do total de ecrãs. Seguem-se Cineplace (85 salas), NLC Cinema City (46 salas), UCI (45 salas) e Socorama (31 salas).

Contactadas hoje pela agência Lusa, a Cineplace e a NLC disseram estar ainda a analisar internamente a situação antes de tomar qualquer decisão.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou cerca de 170 mil pessoas, das quais 6.850 morreram.

Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

Portugal registou hoje a primeira morte, anunciou a ministra da Saúde, Marta Temido.

Há 331 pessoas infetadas até hoje, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde.

Dos casos confirmados, 192 estão a recuperar em casa e 139 estão internados, 18 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos.

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.