Há sete semanas em exibição nas salas de cinema, "Deadpool" acabou de bater mais um recorde: tornou-se o filme com classificação R mais lucrativo de sempre a nível mundial, ao chegar aos 746 milhões de dólares.

O recorde pertencia a "The Matrix Reloaded", com 742 milhões, que já vinha de 2003.

Nas salas de cinema dos Estados Unidos, um filme com essa classificação só pode ser visto por menores de 16 anos se estiverem acompanhados por um adulto. Em Portugal, a produção com Ryan Reynolds está para maiores de 14 e já vai em 351.315 espectadores.

Dos 746 milhões de receitas, 396 são internacionais e não ficará por aqui pois a estreia no Japão acontecerá apenas em Junho.

Nos EUA, o valor é de  349 milhões e ultrapassará "Sniper Americano" (2014), de Clint Eastwood, que fez 350, na lista interna dos filmes "R" mais lucrativos.

Restará apenas "A Paixão de Cristo", de Mel Gibson, no topo, que fez 371 em 2004, um recorde que provavelmente já não cairá pois "Deadpool" já está em sétimo lugar na lista dos mais vistos da semana e começou a perder salas para filmes mais recentes.

Os valores já alcançados são tanto mais notáveis pois o filme pertence a um género específico, o dos baseados em 'comic books', o que deveria limitar o seu apelo comercial a um público mais restrito, onde os mais jovens se tornaram o principal alvo.

A maioria dessas adaptações tem em vista uma classificação PG-13, o que permite o acesso a menores de 13 anos apesar do aviso para os pais terem em atenção que algum conteúdo pode ser inapropriado.

Ora um super-herói como Deadpool celebrizou-se precisamente por dizer e fazer coisas inapropriadas, a principal razão para o estúdio adiar o projeto durante anos.

Quando decidiu avançar, após um teste de filmagem se tornar um sucesso depois de ir parar à Internet, foi com um orçamento relativamente modesto de 58 milhões, pelo menos metade do que é habitual no género.

Naturalmente que uma sequela já está em preparação, mas sem data de estreia ainda anunciada.

Trailer "Deadpool".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.