O cinema das últimas quatro décadas caracterizou-se por dar cada vez mais visibilidade ao acto sexual, aproveitando a liberalização dos costumes ao longo dos anos 60 e que explodiu nos anos 70.

Essa liberalização dos costumes permitiu a livre exposição dos corpos, da sexualidade e, por consequência, do orgasmo.

Recordamos os filmes, de "Um Amor Inevitável" a "Doidos por Mary", que têm o orgasmo no centro de uma das suas cenas mais célebres.

O clássico: "Um Amor Inevitável"
Sally (Meg Ryan) mostra a Harry (Billy Crystal) num restaurante em Nova Iorque que é possível fingir um orgasmo sem o homem dar por nada.

Os piores: "ABC da Sedução" (2009)
Abby (Katherine Heigl) usa roupa interior com um vibrador com resultados inconvenientes...

Os piores: "Estranhas Ligações 2" (2000)
Kathryn (Amy Adams!) dá uma aula de equitação à sua protegida Cherie (Keri Lynn Pratt)...

E os outros...

Porky's (1982)
Lynn “Lassie” Honeywell (Kim Cattrall) é uma excitante "cheerleader" cujo nome ajuda a explicar muito do que acontece quando faz sexo.

Bruce, o Todo-Poderoso (2003)
Bruce fica com os poderes de Deus e não consegue resiste a usar os novos poderes para dar à namorada o orgasmo da sua vida.

Um Peixe Chamado Wanda (1988)
Otto (Kevin Kline) seduz a sua parceira Wanda (Jamie Lee Curtis) ao falar em italiano e tam a mais inesquecível cara após chegar ao orgasmo.

Cisne Negro (2010)
Nina (Natalie Portman) e Lily (Mila Kunis) são duas bailarinas rivais numa prestigiada companhia que vão divertir-se na noite de Nova Iorque e acabam no apartamento da primeira.

Doidos por Mary (1998)
Ted (Ben Stiller) consegue finalmente o encontro com Mary (Cameron Diaz), a rapariga dos seus sonhos, mas fica nervoso e por sugestão de um amigo decide aliviar a pressão...

American Pie: A Primeira Vez (1999)
Jason Biggs tem duas cenas inesquecíveis neste popular clássico que inspirou muitos filmes de pouco valor: uma envolve uma torta de maçã e a outra é esta, com a lendária estudante checa Nadia (Shannon Elizabeth)...

Barbarella (1968)
Jane Fonda é uma agente enviada para apanhar um criminoso numa galáxia distante, mas é capturada e colocada num aparelho que estimula as mulheres até morrerem de prazer.

Pleasantville - A Viagem ao Passado (1998)
Dois adolescentes são transportados para o mundo de uma série de TV a preto e branco de 1958, quando não era mostrado sexo. Jennifer (Reese Witherspoon) explica à mãe televisiva (Joan Allen) como recuperar o tempo perdido.

Jogos de Prazer (1997)
Eddie (Mark Wahlberg) chega a Los Angeles nos anos 1970 com algo fora do comum: um pénis gigantesco. Acaba por ir parar à indústria pornográfica, onde a primeira atuação é com Amber Waves (Julianne Moore)...

Romy e Michele (1997)
Outro orgasmo falso, mas convincente, quando Romy (Mira Sorvino) precisa de garantir um carro para ir à reunião de liceu...

O Rei da Rádio (1997)
Uma emissão de rádio muito à frente do seu tempo torna-se interativa...

O Herói do Ano 2000 (1973)
No futuro, todos são virgens ou impotentes: para atingir o orgasmo, entram num aparelho chamado Orgasmatron...

O Fabuloso Destino de Amélie (2001)
Amélie Poulain (Audrey Tautou) é uma excêntrica que a certa altura se diverte com a ideia de "quantos casais estão a ter um orgasmo neste momento"...

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.