O filme de animação "Encanto" vai estrear-se nos cinemas no dia 25 de novembro e não ficará disponível na plataforma Disney+ até 24 de dezembro.

Os outros filmes com estreia marcada, como "O Último Duelo" de Ridley Scott, "Eternals" da Marvel Studios e "West Side Story" de Steven Spielberg, estarão exclusivamente nas salas de cinema por pelo menos 45 dias consecutivos.

Os cinemas aguardavam ansiosamente por esta decisão, já que a gigante do entretenimento recentemente optou por estrear ao mesmo tempo no Disney+ uma série de sucessos como "Viúva Negra", "Jungle Cruise" e "Cruella", reduzindo as receitas de bilheteira das salas.

Há dois anos, a Disney produzia conteúdo para cinemas e canais de televisão. Agora, o grupo tem acesso direto ao seu público por streaming e os cinemas dependem da sua boa vontade. Um fenómeno que acelerou com a pandemia.

O CEO da Disney, Bob Chapek, reiterou em meados de agosto a sua estratégia de favorecer a "flexibilidade" para "seguir o consumidor onde quer que ele vá".

Os estúdios Warner Bros. também foram criticados pela sua decisão de lançar todos os novos filmes de 2021 na sua plataforma HBO Max, mas no próximo ano já prometeu dar exclusividade aos cinemas por 45 dias.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.