O festival de cinema Queer Lisboa, que acontece no final de setembro, vai abrir com o filme “La Bête dans la jungle", de Patric Chiha, e encerrar com “Queendom”, de Agniia Galdanova, anunciou hoje a organização, que também desvendou “Tudo o que Você Podia Ser”, de Ricardo Alves Jr., na abertura do Queer Porto, que vai fechar com “Commitment to Life”, de Jeffrey Schwarz.

O filme de abertura do Festival Internacional de Cinema Queer de Lisboa, que decorre entre 22 e 30 de setembro, do realizador Patric Chiha, estreado na última edição da Berlinale, é uma adaptação livre do romance homónimo de Henry James.

O certame dedicado ao cinema queer encerrará, na capital, com “Queendom”, um documentário que segue a ‘performer’ Gena Marvin, artista queer russa cujas performances colocam a sua vida em perigo, enquanto recusa silenciar-se perante a repressão na Moscovo atual, segundo a organização.

O Queer Porto, que este ano decorrerá entre 10 e 14 de outubro, tem como filme de abertura “Tudo o que Você Podia Ser”, numa abordagem da amizade, que constitui o trabalho de Ricardo Alves Jr., realizador brasileiro que conquistou em 2021 o Prémio da Competição Queer Art, no festival em Lisboa, pelo filme “Vaga Carne”.

Com o filme de encerramento no Porto, “Commitment to Life”, Jeffrey Schwarz documenta o papel central que a cidade de Los Angeles teve durante o dramático período da luta contra a epidemia da Sida, recorrendo a entrevistas, raras imagens de arquivo e de ativismo, e ações de celebridades como Elizabeth Taylor e David Geffen.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.