A saga "James Bond" entrou nos eixos e afinam-se os detalhes o 25º filme, que deverá ser o último com Daniel Craig.

Em agosto, o anúncio da saída do realizador Danny Boyle ("Quem Quer Ser Bilionário") por "diferenças criativas" deixou em caos a produção da sequela de "007 - Spectre" (2015).

Um mês mais tarde, o comando passou para Cary Joji Fukunaga (reconhecido principalmente por ter sido o realizador da primeira temporada da aclamada série "True Detective" com Matthew McConaughey e Woody Harrelson), mas as alterações nos bastidores também se refletiram no planeamento.

O início da rodagem passou de 3 de dezembro para 4 de março de 2019 e por isso começa agora a saber-se quem vai regressar.

Segundo o Daily Mail, a atriz francesa Léa Seydoux voltará como Madeleine Swann, a aliada do agente secreto contra a organização de Blofeld no último filme e filha de Mr. White, vilão de "Casino Royale" (2006) e "Quantum Of Solace" (2008).

O jornal avança que também se vai contar com Ralph Fiennes como M, chefe de Bond, Ben Whishaw como o "engenhocas" Q e Naomie Harris como a secretária Moneypenny. Eles nunca foram confirmados durante a era de Danny Boyle.

No início deste mês, Cary Joji Fukunaga revelou que o novo argumento ainda não estava terminado, pelo que ainda deverá demorar algum tempo até se saber quais serão os novos atores do projeto.

Na equipa técnica, Linus Sandgren confirmou que será o diretor de fotografia. O sueco ganhou o Óscar com "La La Land" e também foi o responsável pelas imagens de "Golpada Americana" (2013), "Joy" e "O Primeiro Homem na Lua" (2018).

A data de estreia do "Bond 25" também passou de 26 de outubro de 2019 para 14 de fevereiro de 2020.

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.