"Lacci" foi escolhido para ser o filme de abertura do 77º Festival de Veneza, que decorrerá entre 2 e 12 de setembro e será o primeiro grande evento presencial de cinema da era COVID-19.

É o primeiro filme italiano escolhido para a inauguração do festival de cinema mais antigo do mundo desde "Baarìa", de Giuseppe Tornatore.

"Lacci" será apresentado fora da competição e junta no elenco Alba Rohrwacher, Luigi Lo Cascio, Laura Morante, Silvio Orlando, Giovanna Mezzogiorno, Adriano Giannini e Linda Caridi.

Realizado por Daniele Luchetti, cineasta conhecido em Portugal por "O Meu Irmão é Filho Único" e "A Nossa Vida", a história decorre no início dos anos 1980 e baseia-se no livro homónimo de Domenico Starnone sobre um casamento ameaçado por infidelidade.

"Recentemente, todos temíamos que o cinema pudesse ser extinto. No entanto, durante a quarentena, deu-nos conforto, como uma luz a brilhar numa caverna. Hoje percebemos outra coisa: que filmes, séries de televisão, romances, são indispensáveis ​nas nossas vidas", destacou o cineasta italiano em comunicado.

"Portanto, longa vida aos festivais, que nos permitem juntar para celebrar o verdadeiro significado do nosso trabalho. Se alguém pensou que não servia para nada, agora sabe que é importante para todos. Com 'Lacci', tenho a honra de abrir a dança do primeiro grande festival em tempos inesperados", acrescentou.

A programação do festival será conhecida na terça-feira, 28 de julho, com menos filmes, 50 a 55, com a organização a prometer que muitos serão representados pelos talentos em Veneza.

A atriz Tilda Swinton e a realizadora Ann Hui vão ser distinguidas com o Leão de Ouro de Carreira.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.