Treze filmes, entre os quais "Tio Tomás, a contabilidade dos dias", "O rapaz roxo" e "Maré", estão na competição oficial do Festival de Animação de Lisboa - Monstra, foi hoje anunciado.

O Monstra, que celebra duas décadas, decorrerá entre os dias 18 e 29 de março, e da competição oficial portuguesa fazem parte 13 curtas-metragens, escolhidas entre 95 que se apresentaram a concurso.

Entre os filmes selecionados estão "Tio Tomás, a contabilidade dos dias", de Regina Pessoa, "O rapaz roxo", produção portuguesa do realizador brasileiro Alexandre Siqueira, "O peculiar crime do estranho sr. Jacinto", de Bruno Caetano, "Assim mas sem ser assim", de Pedro Brito, e "Maré", uma estreia da ilustradora Joana Rosa Bragança.

Há ainda "A mãe de sangue", de Vier Nev, "Odelagt", de Eduarda Duarte, "Catarse", de Margarida Roxo Neves e Tiago Gomes, "Half love", de Inês Rodrigues, "Cruelty free", de Tiago Xavier e Cristiane Reis.

A competição contará ainda com filmes feitos em contexto escolar: "Nestor", de João Gonzalez, "To you on the eve of isolation", de Óscar Ferreira, e "Ode à infância", de João Monteiro e Luís Vital.

No total, incluindo a competição, o festival Monstra vai apresentar 89 filmes portugueses.

Está prevista uma retrospetiva dedicada ao realizador e produtor José Miguel Ribeiro, com os filmes "Abraço do Vento" (2004), "Passeio de Domingo" (2009), "Viagem a Cabo Verde" (2010) e "Estilhaços" (2016).

A abertura do Monstra, no Cinema São Jorge, em Lisboa, ficará por conta de três filmes em estreia mundial: "One minute memoire", da realizadora norte-americana Joan Gratz, "Setembro", de Ricardo Mata, e "Katalog of Flaws", de Marv Newland, que tem banda sonora dos Dead Combo.

Até ao dia 29, o festival Monstra celebrará vinte anos com cinema de animação em vários espaços de Lisboa e, por ser uma edição comemorativa, não terá um país convidado.

O festival recordará filmes dos países que já estiveram em destaque nas edições anteriores e contará com uma retrospetiva de grandes realizadores e obras de países integrados na Organização das Nações Unidas (pelos 75 anos da sua fundação).

Entre os convidados da Monstra estará o autor espanhol de BD e realizador Miguelanxo Prado, por conta do filme "De Profundis", que incluirá uma exposição com 60 desenhos originais.

Além dos filmes, o programa inclui seis exposições, uma das quais – “O mundo animado de Tim Burton”, no Museu da Marioneta – inaugurada em 05 de fevereiro.

A Sociedade Nacional de Belas Artes acolhe “O Mundo em Animação”, composta por três mostras, e o Instituo Cervantes recebe uma exposição dedicada a “De Profundis”, do autor galego de banda desenhada Miguelanxo Prado.

A mostra que assinala os 20 anos do Monstra estará patente do cinema São Jorge.

As sessões de música incluem a exibição de “Solar Walk”, de Réka Bucsi, com acompanhamento pela Big Band da Escola Superior de Música de Lisboa, e a atuação do trio TimeSpine, composto por Adriana Sá, John Klima e Tó Trips.

A programação do Monstra inclui ainda oficinas, ‘masterclasses’ e conversas, que contam com a participação, entre outros, de Kamila Kater, Rodostina Nykova, Joan Grantz, Miguelanxo Prado e Spela Kadez.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.