O realizador de "Monstros Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald" defendeu a decisão de manter Johnny Deep no elenco da segunda prequela da saga Harry Potter.

Neste momento, David Yates está em plena rodagem em Londres.

Depp interpreta o vilão Gellert Grindelwald e já apareceu por breves instantes no primeiro filme, "Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los" (2016).

O estúdio Warner Bros. reconfirmou este mês que ia participar na sequela, agora com um papel de grande destaque, aumentado as reações negativas nas redes sociais, incluindo de fãs que lançaram abaixo-assinados a pedir a sua substituição.

Tudo porque a ex-mulher Amber Heard acusou-o de violência doméstica.

"Honestamente, existe uma questão neste momento em que muitas pessoas estão a ser acusadas de coisas, estão a ser acusadas por muitas vítimas e é constrangedor e assustador", disse David Yates à revista Entertaiment Weekly.

"Em relação ao Johnny, o que me parece é que existiu uma pessoa que se atirou a ele e acusou-o de alguma coisa. Apenas posso falar do homem que vejo todos os dias: cheio de decência e bondade e isso é tudo o que vejo. Qualquer acusação que exista por aí não combina com o tipo de pessoa com quem tenho estado a trabalhar", acrescentou este veterano também de quatro filmes de "Harry Potter".

Yates também destacou que várias mulheres do passado romântico de Depp vieram a público defendê-lo, como Winona Ryder e Vanessa Paradis.

"Por testemunho, algumas das mulheres na vida de Depp têm dito a mesma coisa — 'essa não é a pessoa que conhecemos'. É muito diferente dos casos em que existem várias acusadoras ao longo de muitos anos que precisam ser investigadas e precisamos de reflectir sobre a nossa indústria que permite sistematicamente que isso aconteça. De forma alguma o Johnny está nessa categoria. Para mim, isso não precisa de mais reflexão. É um tema morto.", concluiu.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.