George Gaynes, um dos mais reconhecidos atores secundários de Hollywood, morreu na segunda-feira, 15 de fevereiro. Tinha 98 anos.

A notícia foi confirmada pela sua filha, Iya Gaynes Falcone Brown, com quem vivia há alguns anos em North Bend, Washington.

Para a história fica sobretudo o seu inconfundível comandante Eric Lassard em todos os sete filmes "Academia de Polícia", ao lado de Steve Guttenberg e Bubba Smith, produzidos entre 1984 e 1994, bem como algumas participações esporádicas na série televisiva de 1997-98.

Outro papel famoso foi o da estrela da telenovela que tinha uma atração por Dorothy Michaels ou seja, Dustin Hoffman vestido de mulher, em "Tootsie -Quando Ele era Ela", realizado por Sydney Pollack em 1982, uma das mais populares comédias da história do cinema.

Nos EUA, o ator também era conhecido como o pai adoptivo na série “Punky Brewster”, emitida entre 1984 e 1988, e ainda por "The Days and Nights of Molly Dodd", produzida de 1987 a 1991.

O nome verdadeiro de George Gaynes era George Jongejans, que nasceu em Helsínquia a 16 de maio de 1917.

A sua infância foi passada em França, Inglaterra e Suíça, antes de estudar em Milão e começar uma carreira interrompida com a Segunda Guerra Mundial, quando atravessou os Pirenéus e foi internado em Espanha durante três meses. Após a sua libertação, partiu para Inglaterra e serviu na marinha foi para Inglaterra e juntou-se à marinha holandesa.

Com o fim do conflito, atravessou o Atlãntico e estabeleceu-se em Nova Iorque, começando a aparecer em óperas (era barítono), seguindo depois como ator na Broadway. A partir dos anos 1950 começa a trabalhar em televisão, nomeadamente como  convidado em "A Hora de Alfred Hitchcock", "Bonanza", "Missão Impossível" e "Homem Rico, Homem Pobre".

Entre os trabalhos em cinema contam-se ainda "Perdidos no Espaço" (John Sturges, 1969), "O Nosso Amor de Ontem" (Sydney Pollack, 1973), "Ladrão Que Rouba a Ladrão" (Mark Rydell, 1976), "Viagens Alucinantes" (Ken Russell, 1980), "Cliente Morto Não Paga a Conta" (Carl Reiner, 1982), "Ser ou Não Ser" (Alan Johnson, 1983), "Micki e Maude" (Blake Edwards, 1984), "As Bruxas de Salém" (Nicholas Hytner, 1996) e "Manobras na Casa Branca" (Barry Levinson, 1997).

O seu último trabalho foi como padre ao lado de Ashton Kutcher e Brittany Murphy na comédia "Casados de Fresco" (Shawn Levy, 2003).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.