Seymour Cassel morreu aos 84 anos vítima de Alzheimer, deixando mais de duas centenas de interpretações no cinema e televisão como ator de composição.

Na carreira destacam-se principalmente os filmes com o realizador John Cassavetes, que faleceu em 1989 aos 59 anos e que foi o seu melhor amigo e uma das maiores influências artísticas.

O encontro deu-se durante um workshop e passou para a produção de "Sombras" (1958), onde começou por ajudar o operador de câmara e acabou com um papel à frente das câmaras não creditado.

Cassel foi nomeado para o Óscar de Melhor Ator Secundário como o cantor hippie em "Rostos" (1968), mas ainda mais relevante foi o papel como espírito livre em "Tempo de Amar" (1971), cujo título original era "Minnie and Moskowitz": Cassavetes escreveu e realizou especificamente para a sua esposa, Gena Rowlands (Minnie) e o seu amigo (Moskowitz).

Os dois trabalharam juntos também em "Prisioneiros da Noite" (1961), "A Morte de Um Apostador Chinês" (1976), "Noite de Estreia" (1977) e "Amantes" (1984), além de alguns filmes para outros realizadores, incluindo "Contrato para Matar" (1964).

In the Soup

Embora tenha atuado principalmente no cinema independente americano, Seymour Cassel também teve papéis secundários em títulos mais mediáticos como "A Pele de Um Malandro (1968, Don Siegel), "O Revolucionário" (1970, Paul Williams), "O Grande Magnate" (1976, Elia Kazan), "Valentino" (1977, Ken Russell), "O Comboio dos Duros" (1978, Sam Peckinpah), "O Sonho da Califórnia (1979, John D. Hancock), "Os Homens da Montanha" (1980, Richard Lang), "Caixeiros Viajantes" (1987, Barry Levinson), "Los Angeles a Ferro e Fogo" (1988, Dennis Hopper), "Dick Tracy" (1990, Warren Beatty), "Lua-de-Mel em Las Vegas" (1992, Andrew Bergman), "Proposta Indecente" (1993, Adrian Lyne), "Poderia Acontecer-te" (1994, Andrew Bergman), "Agarrado a Ti" (2003, Bobby Farrelly, Peter Farrelly).

Wes Anderson também o escolheu para três filmes: "Gostam Todos da Mesma" (1998), "Os Tenenbaums - Uma Comédia Genial" (2001) e "Um Peixe Fora de Água" (2004).

Seymour Cassel recebeu também um prémio especial do júri do festival de Sundance pela interpretação em "In the Soup" (1992), onde contracenava com Steve Buscemi, que o dirigiu depois em "O Bar da Esquina" (1996), "Escola de Criminosos" (2000) e "Lonesome Jim" (2005).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.