A primeira edição da Cinemela - Mostra de Cinema Sul Asiático, dedicada ao Bangladesh e com uma homenagem ao realizador Tareque Masud, decorre entre sexta-feira e domingo, no cinema São Jorge, em Lisboa, foi anunciado esta segunda-feira.

“A Cinemela (palavra que deriva da confluência de ‘cinema’ com ‘mela’, palavra comum no Sul Asiático para designar ‘festa’) convida as comunidades sul asiáticas a virem à Avenida da Liberdade para reverem alguns dos sucessos cinematográficos dos seus países. Ao público português e estrangeiro damos a oportunidade de conhecer e de se apaixonar por linguagens cinematográficas além Europa”, refere a produtora Vila do Cinema, que organiza a mostra, em comunicado.

Ao longo de três dias, serão exibidos “filmes de ficção, sucessos de bilheteira, obras premiadas, cinema documental e curtas metragens” e “abre-se espaço aos novos e jovens realizadores Sul Asiáticos”.

A primeira edição da “única iniciativa em Portugal dedicada exclusivamente ao cinema desta região” é dedicada ao Bangladesh, no ano em que se comemoram os 500 anos da relação entre Portugal e o Bangladesh.

“Em cada uma das edições será dado destaque ao cinema de um país diferente. Em função da escolha deste ano, é prestado um pequeno tributo ao galardoado e excelente Tareque Masud, realizador de ‘The Clay Bird’, que se tornou na primeira obra cinematográfica bangladeshiana a entrar na pré-seleção para os Óscares da Academia, na categoria de Melhor Filme Estrangeiro”, refere a organização.

De Tarque Masud, será exibido o filme “Runway”, no domingo, às 19:00, seguido de uma apresentação do professor José Mapril do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA).

Todas as longas-metragens exibidas no festival são do Bangladesh, excetuando o documentário “Lyari Notes”, realizado pela paquistanesa Maheen Zia e pela indiana Chandy Menacherry, que “acompanha quatro raparigas ao longo de três anos e o percurso que fazem de Lyari - o bairro mais perigoso de Carachi (Paquistão) - até à escola onde frequentam aulas de música”. Este filme é exibido no sábado, pelas 19:00.

A programação arranca na sexta-feira, 30 de junho, às 16:30, e termina no domingo, 2 de julho, às 21:30, com a exibição da longa-metragem “Aynabai”, de Amitabh Reza Chowdhury, que conta a história de Ayna, um ator que tem na prisão o seu palco.

“Ayna encarna, a troco de dinheiro, a personagem de um poderoso condenado, ocupando o lugar dele na cadeia. Esta estranha profissão nasce de uma sociedade que não lhe dá espaço para atuar, tendo de se limitar a fazê-lo na realidade”, lê-se na programação do festival.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.