A Disney vai avançar com uma versão em imagem real do clássico de animação de 1953 "Peter Pan" e escolheu a atriz Yara Shahidi para ser a fada Sininho.

Ainda sem data de estreia, a nova versão vai chamar-se "Peter Pan and Wendy" e com a escolha da estrela da série "Grown-ish", o estúdio confirma a intenção de apostar em diversidade para as clássicas personagens pois Sininho sempre foi interpretada por atrizes causasianas.

No elenco estão ainda Jude Lay como o Capitão Gancho e os quase estreantes Alexander Molony como Peter Pan (da série "The Reluctant Landlord") e Ever Anderson como Wendy (trata-se da filha da atriz Milla Jovovich e do realizador Paul W.S. Anderson, que se estreou com um pequeno papel em "Resident Evil: Capítulo Final" e é a jovem Natasha Romanoff no ainda inédito "Viúva Negra" da Marvel).

O projeto será para os cinemas e não o Disney+. Na realização está David Lowery, que fez para a Disney "A Lenda do Dragão" (2016), que era uma nova versão de "Meu Amigo o Dragão" (1977).

Foi o escritor escocês J. M. Barrie que criou a peça de teatro de 1904 e o romance de 1911 que acompanham as aventuras dos irmãos Wendy, John e Michael, junto com o travesso Peter e a sua fada temperamental Sininho, numa jornada pela mágica Terra do Nunca povoada por garotos perdidos, malvados piratas liderados pelo Capitão Gancho e o crocodilo Tic Tac.

Walt Disney considerou que a história não poderia alcançar todo o seu potencial nos palcos, "merecendo a dimensão extra da animação".

"As Aventuras de Peter Pan" foi um sucesso para o estúdio em 1953, que enfrentava alguns problemas financeiros após a estreia de "A Gata Borralheira" três anos antes.

Houve outros filmes em imagem real, nomeadamente "Hook" (1991), de Steven Spielberg com Robin Williams, e "Pan: Viagem à Terra do Nunca" (2015), de Joe Wright, com Hugh Jackman, que foram desilusões de bilheteira.

A estratégia de Disney em adaptar os seus clássicos da animação para o público contemporâneo já rendeu mais de 8,2 mil milhões de dólares a nível mundial desde "Alice no País das Maravilhas", de Tim Burton, em 2010.

Os maiores sucessos foram "Alice...", "A Bela e o Monstro", "Aladdin" e "O Rei Leão".

Com a nova versão de "Mulan" a ser lançada no Disney+ por causa da pandemia, o próximo filme para os cinemas, anunciado para maio de 2021, é "Cruella", uma prequela de "Os 101 Dálmatas" centrada na vilã, interpretada por Emma Stone.

Em diferentes fases de preparação estão novas versões de "A Pequena Sereia", "Branca de Neve e os Sete Anões", "Pinóquio", "Lilo & Stitch", "O Corcunda de Notre-Dame" e "Robin dos Bosques".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.