Seth Rogen dá voz ao adorável javali Pumba na nova versão em animação digital de "O Rei Leão", mas teve de receber ajuda do cantor Pharrell Williams para as canções.

Repetindo uma experiência que fez num especial para a Netflix, o ator de 35 anos admitiu que não tem uma boa voz e que os seus "talentos vocais" não se tornaram uma agradável surpresa quando chegou a altura das gravações.

"Literalmente tive o Pharrell Williams a bater com a cabeça na parede a tentar extrair a porra de uma boa nota de mim", revelou numa entrevista ao programa de rádio da Entertainment Weekly.

"Na verdade, alguém menos famoso era capaz de dar mais jeito", acrescentou em jeito de reflexão sobre a experiência.

"É a última coisa que precisava. 'Então, precisas de aprender a andar de mota? Então temos aqui o [ícone] Evel Knievel para te ensinar. Não quero isso, arranjem-me um tipo qualquer", concluiu a rir.

A adaptação do clássico da animação de 1994, agora em animação informática foto-realista do mesmo género de "O Livro da Selva", é um dos grandes projetos da Disney e o agrupamento de talentos alimenta grandes expectativas.

Da versão original só regressa James Earl Jones, novamente no papel de Mufasa, e não certamente por acaso, desta vez todos os atores que dão vozes a leões são negros: além de Jones, surgem ainda Donald Glover (Simba), Beyoncé (Nala), Chiwetel Ejiofor (Scar), Alfred Woodard (Sarabi), JD McCrary (jovem Simba) e Shahadi Wright (jovem Nala).

A estes juntam-se ainda John Oliver (Zazu), John Kani (Rafiki), Billy Eichner (Timon), Eric André (Azizi) e Keegan-Michael Key (Kamari).

O realizador é Jon Favreau, precisamente o realizador de "O Livro da Selva". A data de estreia internacional é 19 de julho de 2019.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.