"A Balada dos Pássaros e das Serpentes", o próximo capítulo da saga "Os Jogos da Fome", vai chegar aos cinemas a 17 de novembro de 2023.

Esta foi mais uma revelação de um estúdio de Hollywood, no caso concreto a Lionsgate, aos grandes nomes da indústria audiovisual e os proprietários das salas de cinema que estão reunidos por estes duas na convenção CinemaCon, em Las Vegas.

O projeto é a adaptação do livro que Suzanne Collins publicou em 2020 (em Portugal lançado pela Editorial Presença) e a história decorre 64 anos antes de "Os Jogos da Fome", acompanhando a juventude do futuro presidente ditador de Panem (Donald Sutherland nos filmes).

Herdeiro de uma poderosa família tradicional que está a viver tempos difíceis, o muito ambicioso Coriolanus Snow, com 18 anos, vê que o seu futuro passar pelos Jogos, usando o seu charme, inteligência e engenho para vencer os seus colegas na luta por um tributo vencedor, ainda que as probabilidades estão contra si quando é escolhido para ser o mentor de Lucy Gray Baird, uma jovem do empobrecido Distrito 12.

A prequela será lançada na mesma altura dos últimos três filmes protagonizados por Jennifer Lawrence: "Em Chamas" e "A Revolta: Partes 1 e 2". Ainda não há detalhes oficiais sobre os novos atores, mas tal como fora anunciado ainda antes do livro ser colocado à venda, o realizador é o mesmo desses filmes, Francis Lawrence.

Após Collins fazer uma primeira adaptação do livro, o argumento foi escrito por Michael Lesslie e Michael Arndt, o segundo um vencedor do Óscar pela história de "Uma Família à Beira de um Ataque de Nervos" e que foi um dos responsáveis pela adaptação de "Em Chamas", que muitos fãs consideram o melhor dos quatros filmes.

No projeto também está envolvida Nina Jacobson e a sua produtora, que adquiriu os direitos do primeiro livro em março em 2009.

Além de fazer de Jennifer Lawrence uma super-estrela, "Os Jogos da Fome" é a saga mais popular do século XXI nas bilheteiras a seguir a "Harry Potter" e excluindo o Universo Cinematográfico Marvel.

Quando o novo projeto literário foi anunciado em junho de 2019, Suzanne Collins explicou que "queria explorar o estado da natureza, quem somos e o que pensamos como sendo necessário para sobrevivermos. O período de reconstrução dez anos após a guerra, normalmente chamados de Dias Escuros - como a nação Panem tenta recuperar - fornece terreno fértil para as personagens lidarem com essas questões e, assim, definirem as suas visões da humanidade".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.