Paulo Branco presidirá ao júri que atribuí o Leopardo de Ouro, o prémio máximo do festival, distinguido um dos filmes da competição internacional.

Além do produtor português, que em 2002 venceu o prémio Raimondo Rezzonico em Locarno, do júri farão parte ainda o ator e realizador francês
Louis Garrel, a atriz alemã
Sandra Hüller, a realizadora suíça
Bettina Oberli e a atriz italiana
Jasmine Trinca.

O programa completo da 64ª edição do Festival Internacional de Cinema de Locarno será anunciado a 13 de julho.

Da programação deste ano sabe-se que haverá uma retrospetiva dedicada a
Vincente Minnelli e que o realizador norte-americano
Abel Ferrara receberá o Leopardo de Honra, de carreira.

Da competição internacional foram anunciados
«Un Amour de Jeunesse», de
Mia Hansen-Love, e
«Sette Opere di Misericordia», de Gianluca e Massimiliano De Serio.

Em 2010, o festival suíço distinguiu
«A History of Mutual Respect», de Gabriel Abrantes e Daniel Schmit, com o Leopardo de Ouro na categoria de curtas-metragens.

SAPO/Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.