Num vídeo disponível no seu site oficial,
Peter Gabriel, que celebrou recentemente 59 anos, explicou que os organizadores da grande noite da Sétima Arte lhe pediram que a sua actuação, para interpretar
«Down to Earth», que concorre na categoria de Melhor Canção Original pelo filme
«Wall.E», se limitasse a «65 segundos».

«Pensava que as canções seriam cantadas na sua totalidade. Mas os produtores [dos Óscares] alteraram a fórmula devido à queda das taxas de audiência televisiva. Então decidi retirar-me da cerimónia», acrescentou o intérprete de «Sledgehammer».

«Penso que é pena, porque nós, os autores-compositores, ainda que representemos apenas uma pequena parte do processo de elaboração dos filmes, trabalhamos sempre no duro e merecemos, penso, um lugar na cerimónia», acrescentou.

«Sou um tipo velho e este pequeno protesto não vai prejudicar-me, mas penso que não é tão fácil para os outros artistas», justificou Peter Gabriel.

Dois outros títulos estão seleccionados na categoria da melhor canção original:
«Jai Ho» e
«O Saya», ambos do filme
«Quem Quer Ser Bilionário», favorito da cerimónia na categoria de Melhor Filme.

A Academia das Artes e Ciências Cinematográficas, organizadora da cerimónia, não reagiu à decisão de Peter Gabriel, que indicou que tenciona assistir à cerimónia dos Óscares, a 22 de Fevereiro, num lugar do público.

SAPO/Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.