Terry Gilliam já não quer ser um homem branco. De facto, a partir de agora é uma lésbica negra.

Foi com esta piada que o realizador Terry Gilliam reagiu no Festival de Cinema de Karlovy (República Checa), onde se deslocou para apresentar "O Homem Que Matou D. Quixote", quando lhe perguntaram o que pensava dos comentários feitos pelo atual responsável pelos programas de comédia da BBC Shane Allen de que o lendário grupo de comédia britânico Monty Python não seria aceitável nos nossos dias porque era composto por "seis tipos brancos de Oxford e Cambridge [universidades]".

Numa entrevista ao The Times em junho, este garantia que um novo grupo teria de juntar "uma gama diversificada de pessoas que refletem o mundo moderno e têm algo a dizer que é diferente e não vimos anteriormente."

Citado pela publicação checa iDNES sobre o que pensou quando leu a entrevista, Terry Gilliam disparou: "Fez-me chorar: a ideia de que... já não é possível que seis brancos de Oxford e Cambridge possam fazer um programa de comédia. Agora precisamos um deste, outro daquele, todos representados... isto é uma treta. Já não quero ser um homem branco, não quero ser culpado por tudo o que está errado no mundo: agora digo a toda a gente que sou uma lésbica negra... o meu nome é Loretta e sou uma BLT, uma negra [black] lésbica em transição".

"A declaração fez-me ficar tão zangado, todos ficámos zangados. A comédia não é agregada, não é como juntar uma 'boy band', em que se pode colocar um daqui, um dali, em que todos estão representados", acrescentou.

Os comentários de Terry Gilliam seguem o mesmo espírito da reação nas redes sociais de outro Monty Python, John Cleese.

"Injusto! Éramos extraordinariamente diversificados PARA O NOSSO TEMPO... tínhamos três rapazes vindos de colégios, um larilas [Graham Chapman] e o Gilliam, que não sendo negro era um ianque [americano]. E não havia proprietários de escravos".

Recordando que só um em oito no departamento de "entretenimento ligeiro" da BBC apoiou o grupo quando começou no fim da década de 60, Cleese descreveu ainda Allen "como o mais recente de uma longa linha de pessoas que na verdade não sabem o que estão a fazer".

"A sua posição real é 'Diretor de Engenharia Social. O que é um excelente empreendimento, embora não muito próximo da comédia. De facto, é quase exatamente o polo oposto", acrescentou.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.