«Bad Lieutenant: Port of Call New Orleans» é o mais recente filme de
Werner Herzog, o incontornável cineasta alemão recentemente homenageado pelo Festival IndieLisboa, que serviu de palco à antestreia em Portugal a sua película anterior, o documentário
«Encounters at the End of the World». Nominalmente é um «remake» do brutal filme
«O Polícia sem Lei», de
Abel Ferrara, em que
Harvey Keitel interpretava um polícia que rompia todas as barreiras da ética e da moral, mas Herzog nega essa filiação.

Segundo declarações de recentes do realizador alemão, captadas pela MTV News, «eu não vi o filme original, por isso não posso fazer comparações. Mas não tem nada a ver com ele». De acordo com Herzog, «isto não é um «remake», é uma história completamente independente e autónoma», adiantando tratar-se «de uma nova forma de «film noir»».

Entretanto, o autor do filme original, Abel Ferrara, já fez saber a sua opinião sobre a nova versão: «no que diz respeito a «remakes»… espero que toda esta gente morra no inferno. Espero que eles estejam todos no mesmo eléctrico e que ele exploda». Herzog, em resposta aos comentários de Ferrara, afirmou que «Nunca vi um filme dele. Não faço ideia de quem ele seja».

«Bad Lieutenant: Porto of Call New Orleans» continua a apresentar o protagonista como um polícia corrupto, amoral e toxicodependente, que aceita subornos em forma de favores sexuais. A acção é deslocada de Nova Iorque para New Orleans.

O filme, ainda sem data de estreia confirmada, tem
Nicolas Cage como protagonista, acompanhado por
Val Kilmer,
Eva Mendes,
Brad Dourif e
Xzibit.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.