Spike Lee está a popularizar uma nova alcunha para Donald Trump.

Nas últimas duas semanas, o realizador de títulos célebres como "Não Dês Bronca", "Malcolm X" ou "BlacKkKlansman: O Infiltrado", desdobrou-se em entrevistas virtuais para falar do "Da 5 Bloods: Irmãos de Armas", o seu novo drama para a Netflix que evoca o envolvimento dos soldados afro-americanos na Guerra do Vietname (1955-1975).

Inevitável em todas é o tema dos conflitos raciais nos EUA, exacerbados pela morte de George Floyd a 25 de maio, provocada por um polícia branco, bem como as reações de Donald Trump.

Só que Spike Lee nunca diz o nome do presidente norte-americano: no seu lugar surge o "Agente Laranja".

Na história sobre quatro veteranos afro-americanos que regressam ao país asiático décadas após o fim da guerra, o realizador chega a colocar um deles como apoiante de Trump.

"Todos estes tipos negros de meia-idade não pensam da mesma forma. Portanto, pensámos no que é que poderia ser a coisa mais extrema que podíamos fazer e foi ser um apoiante do Agente Laranja [...] existem negros, uma pequena percentagem, mas existem negros que andam a beber o sumo do Agente Laranja",  recordou numa das entrevistas.

Sistematicamente, os meios de comunicação social acabam por ter de esclarecer de quem se trata pois Spike Lee usa a alcunha como se fosse natural e de conhecimento universal.

“Agente Laranja, caso não tenha adivinhado, é a sua alcunha para Donald Trump", indicou por exemplo a publicação Vanity Fair.

A alcunha já tinha aparecido durante a promoção de "BlacKkKlansman" (2018), mas só se tornou popular agora, em parte por causa da inspiração: o tom artificial do bronzeado de Donald Trump e a arma química usada pelo exército dos EUA no Vietname.

"Da 5 Bloods: Irmãos de Armas" está disponível na Netflix desde 12 de junho.

LEIA A CRÍTICA.

VEJA O TRAILER DE "DA 5 BLOODS".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.