Sandra Bullock está de regresso com "Profissionais da Crise" no papel de uma consultora política.

O filme produzido por George Clooney que conta a derrota de Evo Morales nas eleições presidenciais da Bolívia em 2002 baseia-se num documentário realizado em 2005 por Rachel Boynton sobre como o assessor do partido democrata James Carville ajudou Gonzalo Sánchez de Lozada a vencer as eleições contra Morales (no filme como um ficcionado Victor Rivera.

Sánchez de Lozada demitiu-se um ano depois, no meio de uma sangrenta revolta popular, e Morales chegou à presidência em 2005, onde permanece até hoje.

O filme, que estreia esta quinta-feira em Portugal, é dirigido por David Gordon Green, conhecido por filmes como "Alta Pedrada" (2008) e "Real Desatino" (2011).

Jane Bodine, personagem de Bullock, chega a La Paz para tentar melhorar a imagem do candidato Castillo, interpretado por Joaquim de Almeida, que aparece nas sondagens com valores mínimos.

Quando percebe que não reverterá a opinião dos bolivianos, Jane convence o candidato a "vender" aos eleitores uma nova ideia: que a Bolívia atravessa uma profunda crise que apenas a sua experiência poderá ultrapassar.

"É realmente divertido ver o que acontece nos bastidores da política", explicou Clooney durante a apresentação do filme em Los Angeles.

"Isto ocorre na Bolívia, mas poderia ser em qualquer lugar", acrescentou Bullock, que gravou durante uma semana naquele país, bem como em Porto Rico e Nova Orleães.

Veja o trailer.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.