Uma crítica negativa à forma como "Vingadores: Endgame" tratou a história da relação entre Steve Rogers/Capitão América (Chris Evans) e Bucky Barnes/Soldado do Inverno (Sebastian Stan) tornou-se viral após receber um aparente apoio do próprio Sebastian Stan.

Na quinta-feira, o ator partilhou nas histórias do seu Instagram a imagem da resposta de uma fã ao tweet da Marvel na Grã-Bretanha e Irlanda com um vídeo que comemorava a amizade das personagens com a mensagem "juntos até ao fim", uma referência a uma frase que se ouve várias vezes nos filmes.

Mas Nina não foi de modas: "juntos até ao fim. Ou até que um argumento mau e inconsistente torna Steve Rogers na sua própria antítese. Não deveria ser agora 'juntos até ao fim da mentira?"

O ator partilhou tudo, acrescentando um emoji com o rosto comprometido (clique a seguir para ver na totalidade).

O apoio de Sebastian Stan à crítica negativa também não passou despercebido a John Boyega, que recentemente criticou (e foi criticado) nas redes sociais aspetos de "Star Wars: Os Últimos Jedi" e "Star Wars: A Ascenção Skywalker".

O ator que interpretou Finn na terceira trilogia na galáxia muito, muito distante, deu-lhe as "boas-vindas" ao clube.

[AVISO DE SPOILER]
A controvérsia tem a ver com o facto de Steve regressar no final de "Vingadores: Endgame" aos anos 40 para ficar com Peggy Carter (Hayley Atwell), regressando ao presente como um homem idoso para entregar o escudo ao seu amigo Sam Wilson e nomeá-lo o próximo Capitão América.

Este desfecho  faz a ponte para a série "The Falcon and the Winter Soldier", que vai ser lançada no serviço de streaming Disney+ em agosto, mas vários fãs da Marvel acharam que a decisão de Steve Rogers não fez justiça à natureza altruísta da personagem.

[FIM DE SPOILER]

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.