A longa-metragem "Simon Chama", da realizadora portuguesa Marta Ribeiro, foi selecionada para o festival de cinema de San Sebastián, que começa em setembro em Espanha, foi hoje (24) anunciado.

O filme, uma primeira ‘longa’ de Marta Ribeiro, junta-se à competição pelo prémio Zabaltegi-Tabakalera, numa secção que é descrita pela organização como "a mais aberta" do festival.

Para esta competição já tinham sido anunciados anteriormente 19 outros filmes, entre os quais a longa-metragem "A Metamorfose dos Pássaros", de Catarina Vasconcelos, e a 'curta' "Noite Perpétua", de Pedro Peralta.

Marta Ribeiro, que assina também o argumento de "Simon Chama", foi uma das fundadoras da produtora Videolotion, e realizou a curta-metragem "Amareloazulpretoamarelo" (2012) e dois episódios das minisséries "Crias" e "Subsolo".

O Festival de Cinema de San Sebastián vai realizar-se entre 18 e 26 de setembro naquela cidade basca, com a redução de algumas atividades de programação devido à pandemia de covid-19.

Ainda assim, segundo comunicado da organização em julho, o festival pretendia manter o formato presencial de várias das secções, incluindo a oficial, a estudantil Nest e a do prémio Zabaltegi-Tabakalera, entre outras.

Outra coprodução portuguesa, “El repartidor está en caminho”, de Martín Rejtman, vai estar no festival, mas no âmbito do Fórum de Coprodução Europa-América Latina.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.