Na terça-feira à noite, o mundo do cinema foi surpreendido com o anúncio de que Phil Lord e Chris Miller tinham sido despedidos do filme "Star Wars" sobre a juventude de Han Solo. A rodagem começou a 20 de fevereiro e estava numa pausa da produção para avaliar o que foi feito, estando previstas mais três semanas.

Ainda não se sabe quem será o realizador escolhido para acabar um filme que a Disney continua a querer que estreie nas salas de cinema em maio de 2018.

Os principais candidatos serão Ron Howard ("Uma Mente Brilhante", a saga "O Código Da Vinci") e Joe Johnston ("Parque Jurássico III", "Capitão América: O Primeiro Vingador"). Fala-se ainda de Lawrence Kasdan ou o seu filho Jon Kasdan, argumentistas deste e outros filmes da saga, mas também realizadores, e Tony Gilroy, que já fez refilmagens para "Rogue One" quando a Disney ficou desiludida com a primeira versão do realizador Gareth Edwards.

Agora, o realizador Kyle Newman decidiu juntar o seu nome e até se ofereceu para fazer um grande corte no salário para acabar o filme.

Com 41 anos, ele é uma pessoa importante na comunidade de fãs da saga, pois além de vários espetáculos ao vivo em convenções (em baixo, no centro da foto), e documentários, fez "Loucos e Fãs" (2009), uma comédia que acompanha um grupo de jovens fanáticos pela saga "Star Wars" numa viagem pelos EUA com o objetivo de entrar no rancho Skywalker, de George Lucas, e ver o "Star Wars Episódio 1: A Ameaça Fantasma" (1999), antes da sua estreia.

"Estou disponível. Para ser honesto, arrasaria. Nasci para isso. E conheço Solo de dentro para fora. E sou gratuito. No sentido de que custaria zero dólares", respondeu a várias pessoas que sugeriram no Twitter que devia ser ele a acabar o filme.

"Vocês gostaram das minhas dramatizações radiofónicas de Han Solo gravadas ao vivo nas últimas três convenções 'Star Wars'. A sério que sinto que estou a desperdiçar a minha vida por não estar a trabalhar de alguma forma em 'Star Wars", continuou.

Kyle Newman garantiu que o projeto sobre Han Solo "pode ser e será um grande filme", elogiando ao mesmo tempo Lord e Miller: "Esses tipos são excelentes e o seu ADN continuaria por todo o lado".

Generosamente, sugeriu ainda que Dave Filoni, realizador da série de animação "Clone Wars", poderia acabar o filme.

O último filme de Newman foi "Barely Lethal - Missão Adolescência" (2015).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.