Apesar de ter sido o vilão Bane em "O Cavaleiro das Trevas Renasce" (2012) e o eleito para ser Rick Flag em "Esquadrão Suicida" antes de surgir um conflito de agendamento com "The Revenant", parece agora pouco provável que Tom Hardy se deixe seduzir pela Marvel ou DC Comics nos próximos anos.

Durante uma entrevista ao The Times para promover o seu mais recente trabalho, a minissérie da BBC "Taboo", o ator referiu-se em termos pouco elogios aos atuais heróis de Hollywood, descrevendo-os como "o herói de ação homogeneizado com um "eight-pack" [abdominais], bronzeado e dentes direitos que só reage de forma física".

Acrescentando que são "aborrecidos" de interpretar, fez de seguida uma comparação para reforçar o seu ponto de vista: "Existe uma diferença entre o Indiana Jones que Harrison Ford fazia nos anos 80 e Thor. A um foi permitido exprimir características pessoais".

"Agora, tem de se parecer que se saiu de uma alimentação vegan, foi ao ginásio, meio fuzileiro, realmente com valores íntegros e estilo de vida limpo, moralista — e depois vai salvar o mundo de um perigo iminente que na verdade não é perigo algum", continuou o ator de filmes como "A Origem" e "Mad Max".

"E isto não  se compromete com qualquer sentido de uma finalidade de realidade. Não reconheço este homem.", concluiu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.