O documentário sobre a carreira de Tony Carreira já tem trailer.

"Tony" passa em revista, com imagens de arquivo e relato na primeira pessoa, a vida e percurso artístico de sucessos e dificuldades do artista de 55 anos.

O trabalho, que resulta de um ano de trabalho perto de Tony Carreira, é de Jorge Pelicano, repórter de imagem em televisão e autor dos documentários "Ainda há pastores?" (2006), "Pare, escute, olhe" (2009), "Pára-me de repente o pensamento" (2014) e "Até que o porno nos separe" (2018).

O trailer já reflete a incerteza lançada em outubro, quando o cantor decidiu fazer uma pausa "no seu percurso musical" por tempo indeterminado após os três concertos em Guimarães e Lisboa que marcaram o encerramento das celebrações dos 30 anos de carreira.

Na altura, garantiu que a reforma estava "fora de questão " e usaria as "férias"  para viajar e para começar a preparar um novo disco.

Tony Carreira  começou a cantar em França, para a comunidade portuguesa, numa banda constituída com os irmãos, Irmãos 5. Em 1988, já a solo, editou o primeiro ‘single’, depois da participação no Festival da Canção da Figueira da Foz.

O primeiro álbum do cantor, “Não vou deixar de te amar”, data de 1991. Ao longo da carreira, editou 28 álbuns, 20 dos quais de originais. De acordo com informação disponibilizada no seu 'site', conseguiu alcançar a marca de “60 discos de platina e mais de quatro milhões de discos vendidos”.

O homem para lá do artista, "Tony" estreia nos cinemas portugueses a 25 de julho.

VEJA O TRAILER.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.