Em Alfama haverá dez espaços de concertos, entre casas de fado, igrejas, clubes e associações recreativas e palcos ao ar livre. Quem comprou bilhete terá que o trocar por uma pulseira, no Museu do Fado, que dará acesso a todos os concertos, mediante a capacidade da sala. O cartaz apresenta 40 artistas, que representam várias gerações e estéticas do fado.

Além de Camané, Ana Moura, Gisela João e Maria da Fé, o festival contará ainda com Aldina Duarte, António Pinto Basto, Cuca Roseta, Fábia Rebordão, Ricardo Ribeiro, Jorge Fernando, Rodrigo, Raquel Tavares, Cidália Moreira e António Zambujo. Ausentes estarão, por exemplo, Carlos do Carmo, Mariza e Carminho.

As igrejas de São Miguel e Santo Estêvão, o Largo das Alcaçarias, a Sociedade Boa União e o Centro Cultural Dr. Magalhães Lima fazem parte do roteiro.

O festival é organizado pela Música no Coração e pela Caixa Geral dos Depósitos e "foi desenhado com o objetivo de chegar a todos os públicos: dos profundos conhecedores de fado, àqueles que pretendem inteirar-se desta arte maior, ou que só há pouco a vêm descobrindo".

O fado, considerado a mais popular das canções urbanas portuguesas, foi considerado património imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2011.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.