"O disco não está totalmente acabado, não foi ainda masterizado e ele estava em negociações com a discográfica Farol Música, que lançou o disco de estreia em 2008", disse.

Em comunicado, a discográfica afirma que "pretende respeitar o momento de luto que se está a viver e não irá adiantar quaisquer dados sobre este assunto. Todo o tipo de informações que possam vir a ser veiculadas, serão dadas a seu tempo e em total harmonia com a família".

A Farol Música afirma o seu "pesar" pela morte do jovem artista e sublinha que "nesta hora de luto, a atenção da editora está voltada para o apoio à família e amigos do artista respeitando o difícil momento que se está a viver".

De acordo com Mário Dimas, o novo álbum foi produzido pelo próprio Angélico, que andava a preparar as canções há quase um ano. Entre as novas canções existem duas que contam com a participação de Rita Guerra e de Boss AC.

Angélico Vieira, que morreu na terça-feira em consequência de um acidente de viação, ganhou projeção mediática como vocalista da banda pop D’ZRT, nascida na série televisiva "Morangos com Açúcar".

O grupo separou-se em 2008, após editar dois álbuns de originais, "D’ZRT" e "Original", voltando os membros a juntar-se um ano depois para o lançamento do trabalho "D’ZRT Project".

Em 2008 lançou o primeiro álbum a solo, "Angélico".

No sábado, Angélico ia apresentar no evento da TVI “Morangomania”, em Santo Amaro de Oeriras (arredores de Lisboa) o primeiro tema do álbum.

@Lusa

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.