Nascidos no coração do bairro boémio que lhes dá o nome, os Cais Sodré Funk Connection são a primeira banda residente do clube Music Box, em Lisboa.

O funk e a soul são as sonoridades prediletas do coletivo, que se dedica a recriar o som e o ambiente dos clássicos da Motown, Stax, Chess Records e outras editoras míticas das décadas de 60 e 70.

"A paixão e o rigor depositados na tradição da soul e do funk inscrevem-se em seis versões de clássicos das pistas de dança. James Brown, Etta James ou Bar-Kays aparecem aqui numa celebração que reclama para hoje os dias quentes do Soul Power", explica a promotora.

Acrescenta ainda que banda não se fica pela recriação dos clássicos e "alimenta a festa" com os seus próprios originais e o grande desafio deste disco de estreia começa por distinguir uns e outros.

"Canções simples, melodias, rigor, boa vibração, poder e energia pura são os ingredientes deste coletivo coeso apoiado em duas vozes soberbas. Ele em explosão funk, ela em paixão soul", avança.

A união do grupo é assegurada pelos músicos que o compõem – Tiago Santos (guitarras), Silk e Tamin (voz), João Gomes (teclados), Francisco Rebelo (baixo), João Cabrita (sax), José Raminhos (trompete), Miguel Marques (trombone) e Rui Alves (bateria).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.