Depois da vitóia na terceira eliminatória do concurso, o quarteto de Rio Maior, na estrada desde 2010, conquistou o primeiro lugar na final do concurso organizado pela Câmara Municipal de Setúbal em parceria com a Capricho Setubalense, realizada no passado sábado.

“Foi uma atuação poderosa, com muito sentimento à flor da pele”, afirmou Vicente Santos, que assume o teclado e o sintetizador na banda, que ganhou, no âmbito da sua vitória, um cheque de mil euros, uma atuação na Feira de Sant’Iago e a gravação de um EP com cinco temas – oferta do Estúdio RW Music.

“Estávamos apreensivos ao início, até porque a competição era feroz, com projetos musicais de muita qualidade. Quando entrámos em palco, esquecemos o nervosismo e só pensámos em tocar, dar o nosso melhor e proporcionar um bom espectáculo”, continuou o jovem músico, que em palco apresentou quatro temas, sobretudo instrumentais, inspirados no rock psicadélico dos anos 60 e 70. “É o ponto de partida e o nosso som vai um bocado por aí. Ainda assim, não é apenas um som assumidamente antigo. É uma sonoridade que junta o passado e o presente. Gostamos de música. Este é o nosso futuro”, sublinhou Vicente Santos.

Na noite de todas as decisões, também os Loosense tiveram sucesso. O grupo, cuja sonoridade de fusão mistura os estils clássico e jazz, conquistou o prémio de Melhor Banda do Concelho e o quinto lugar na final, ganhando um total de 600 euros e a oportunidade de atuar na Feira de Sant’Iago, local onde também atuarão os setubalenses Low Budget, escolhidos em votação realizada no jornal online “Setúbal na Rede”.

Em segundo lugar da classificação geral do concurso ficaram os Proud Larry, formação de Leiria, que amealhou 700 euros, enquanto a terceira posição coube aos Alex Page, de Almada, que receberam 500 euros. Já os N.O.T.E., de Montemor-o-Novo, saíram de Setúbal com 200 euros, pelo quarto lugar alcançado na final.

As bandas que participam no evento musical foram avaliadas por um júri constituído por Hugo Tavares, da Autarquia, Pedro Franco, da Experimentáculo, João Miguel Fernandes, da Fábrica de Artistas de Setúbal, Sónia Colaço, do Estúdio RW Music, Luís Sanches, da Capricho Setubalense, e Rui Santos, da rádio Super FM.

Fotografia: CMS

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.