O concerto intitula-se “Zappa & Companhia” e é apresentado esta noite no Clube Ferroviário, em Lisboa, às 22 horas, e amanhã às 21h30 no Auditório Maestro Manuel Maria Baltazar, na Lourinhã.

Os arranjos musicais para a formação de sopros e percussão são de autoriade Lino Guerreiroque, em declarações à Lusa, afirmou: “Procurei colar-me o mais possível ao original mas, ao mesmo tempo, transformar as canções como se fossem minhas”.

O ensemble da Metropolitana é constituído por Sérgio Charrinho e Ricardo Carvalho (trompetes), Nuno Vaz (trompa), Reinaldo Guerreiro (trombone), Adélio Carneiro (tuba) e Marco Fernandes (percussão).

"Zappa & Companhia" assinala a segunda colaboração do saxofonista e compositor Lino Guerreiro com a Metropolitana.

“A ideia original era ter só canções do Zappa mas, por minha iniciativa e porque há pontos de ligação entre eles, mais fortes com Hendrix e Marley, optei por incluir estes autores e também Stevie Wonder”, disse Guerreiro.

O saxofonista defende que “devia-se realizar mais este tipo de programas de modo a aproximar outro tipo de público às salas de concerto”.

De Frank Zappa serão interpretadas, entre outras, “Mother People”, “King Kong”, “Uncle Meat”, “The Idiot Bastard Son”, “Peaches en Regalia” ou “Dirty Love”.

De Bob Marley escutar-se-á “Iron Lion Zion” e “I Shot the Sherif”, de Jimi Hendrix, “Cross Down Traffic” e “Purple Haze”, enquanto de Stevie Wonder tocar-se-á “Sir Duke”.

Lino Guerreiro estuda composição com António Pinho Vargas e é professor de composição no Conservatório D. Dinis, em Odivelas.

@SAPO/Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.