Depois de um atraso de mais de uma hora, três concertos no palco maior no festival Optimus Alive acabaram por ser cancelados devido a um "problema técnico", o que motivou protestos do público que aguarda desde madrugada pelos 30 Seconds to Mars.

Cerca das 19:00, registou-se um momento de pânico nas primeiras filas junto do palco Optimus. Os espectadores tinham sido obrigados a afastar-se alguns metros do palco "por precaução, devido a questões técnicas" que obrigaram a uma intervenção na estrutura, segundo fonte da organização.

Um equívoco entre seguranças fez com que a multidão, composta sobretudo por adolescentes, avançasse repentinamente para as grades. Gerou alguma confusão, com encontrões e pessoas a sentirem-se mal. Pelo menos duas adolescentes precisaram de assistência médica. Houve choros, protestos e pedidos desesperados aos seguranças para voltarem a ocupar o lugar nas primeiras filas.

Bárbara, de 15 anos, disse à Lusa que chegou ao Passeio Marítimo de Algés às 07:00, e foi a segunda a entrar no recinto, quando as portas abriram às 15:00, para garantir um lugar na primeira fila no concerto dos 30 Seconds do Mars. A banda de Jared Leto tinha concerto marcado para as 23:00, mas é certo que comecará atrasado.

Quase em lágrimas, Miriam, de 16 anos, disse à Lusa que entrou em pânico com a confusão e que só foi ao festival para ver aquela banda rock norte-americana. "Trago um cartaz para pedir as baquetas ao baterista e para que me levem para o palco", disse a fã.

O SAPO também falou, esta madrugada, com alguns fãs que dormiram ao relento para ficarem mais próximos do palco principal.

Pouco depois das 21 horas, ainda sem nenhum concerto ter arrancado no palco principal - quando o primeiro estava agendado para as 18:00 -, a organização anunciou à imprensa que a prioridade seria assegurar os concertos de 30 Seconds to Mars e Chemical Brothers.

@SAPO com Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.