A essência do festival «mantém-se intacta, valorizando novos talentos e criando espaços dedicados a alguns dos estilos musicais mais procurados pelo público, mantendo os palcos dedicados à electrónica e ao reggae», afirma a organização.

No palco principal, o Palco TMN, a aposta está focada para os pedidos do público. Ben Harper, Eddie Vedder e os The Roots assumem o lugar de cabeças-de-cartaz, tal como David Guetta, que volta a encerrar a festa do SWtmn, vincando a sua posição de DJ internacional residente.

Pelo Palco TMN vão passar outros nomes da música, como Jessie J ou James Morrisson, assim como os alternativos The Vaccines, Best Coast ou Two Door Cinema Club, e ainda há espaço para a descoberta de novos valores, como Ben Howard e Example, e para confirmações desejadas desde há vários anos, como Marcelo D2, Matisyahu ou Fat Freddy’s Drop.

As experiências audiovisuais também estão garantidas por mais um ano, com os Gorillaz Sound System.

A programação da Groovebox surge reinventada, dando um destaque alargado à música electrónica. Entre concertos, live acts e DJ sets, por este espaço vão passar alguns dos DJs mais requisitados das cenas drum’n’bass e dubstep, como Borgore, Andy C ou DJ Ride.

Por outro lado, este palco mantém o espaço ligado à house, com uma noite dedicada à Cadenza Records com Luciano, Cesar Merveille e Maayan Nidam.

As bandas também assumem o seu protagonismo, com os portugueses Orelha Negra e Best Youth a passarem pela Herdade da Casa Branca e os norte-americanos Thievery Corporation com as sonoridades do trip-hop. Também as tendências mais vanguardistas deste género surgem representadas, com Four Tet e Throes + The Shine, a levarem a eletrónica a novos patamares.

Também em versão renovada surge o palco reggae, que agora foi apelidado Meo Reggae Box. Em palco vão estar vários artistas considerados lendários, como Lee “Scratch” Perry e Max Romeo & The Congos, Half Pint e Cornell Campbell & Far East Band ou, ainda, Jah Mason e Fantan Mojah & Dub Akon Band. Também não faltarão as bandas nacionais, como Chapa Dux ou Urbanvibsz, bem como os soundsystems internacionais mais conceituados.

No ano em que se celebram os 50 anos da independência da Jamaica, os artistas estão em festa e também celebram em Portugal, com os Jamaican Legends de Ernest Ranglin, Monty Alexander e Sly & Robbie a subirem ao palco Meo Reggae Box, com a voz de Bitty McLean de fundo.

Para além das novidades musicais, a organização garante que «vai haver melhorias no recinto» e a segurança vai ter este ano uma atenção especial.

«Não só pelo aumento sensível no número de elementos destacados para o efeito, mas também através da abertura de novos arruamentos que permitirão melhorar acessos em caso de necessidade, bem como da colocação de um elemento de segurança permanente em cada cruzamento», detalham os organizadores.

E a crise, terá efeitos? O responsável máximo pela promotora Música no Coração mostra-se otimista. «Vai ser uma oportunidade, porque é uma semana de férias das mais baratas que há. [O Sudoeste] tem boa praia, boa música e muito bom ambiente», refere Luís Montez.

A Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, em pleno sudoeste alentejano, vai ser uma vez mais palco do Sudoeste tmn, que, em 2012, se realiza entre os dias 1 e 5 de agosto.

@Daniel Pinto Lopes

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.