Manuel d'Oliveira (mentor do projecto de homenagem, director musical, produtor e guitarrista), Janita Salomé (voz), Filipa Pais (voz), o angolano Yami (co-director musical e baixista) e a cabo-verdiana Rita Lobo (voz) juntaram-se não só para estes espectáculos mas também para gravar um álbum de homenagem ao Duo Ouro Negro. Com eles estão também o pianista Filipe Raposo e o baterista e percussionista Joaquim Teles (Quiné). Recuperando as canções mais emblemáticas do grupo, o tributo tem como nome «Muxima» e será editado em Outubro pela Farol.

Criado em Angola por Raúl Indipwo e Milo MacMahon, o Duo Ouro Negro teve desde logo um grande sucesso em Portugal, na África e no Brasil, fruto da fusão criativa entre géneros angolanos como o semba, o merengue ou o kwela, com o jazz, a soul, o funk, ritmos brasileiros, cabo-verdianos e moçambicanos.

Cantando em kimbundo, português, crioulo ou inglês, o Duo Ouro Negro criou canções inesquecíveis como «Muxima», «Mãe Preta», «Moamba, Banana e Cola», «Vou Levar-te Comigo», «Maria Rita», «Menino» ou «Iliza (Gomara Saia)».

Eis o alinhamento de «Muxima»:
1 - Eliza
2 - Vou Levar-te Comigo
3 - Maria Rita
4 - Amanhã
5 - Menino de Braçanã
6 - Georgina
7 - Mãe Preta
8 - Trem das Onze
9 - Muxima
10 - Lindeza/Muamba Banana e Cola

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.