O Real Combo Lisbonense programou, em parceria com a empresa de telecomunicações Optimus, uma série de quatro concertos no Clube Ferroviário, todos eles com convidados para interpretar um repertório revivalista da música portuguesa e estrangeira dos anos 1950 e 1960.

O guitarrista Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés, e o músico JP Simões serão os últimos convidados, que se juntam a presenças anteriores de Rui Reininho, Ana Bacalhau (Deolinda), as fadistas Lenita Geil e Carminho, Jorge Cruz e Mendes (Azeitonas).

"Estamos a reinventar um modelo de baile-concerto que se adapta aos tempos que correm", disse à Lusa João Paulo Feliciano, um dos músicos fundadores do projecto.

O Real Combo Lisbonense é um grupo recente, lançou em 2009 um EP, homónimo, e a matriz do projecto é o repertório da música portuguesa dos anos 1950 e 1960 tocada por conjuntos e orquestras, numa fase inicial da pop, fortemente influenciada pelos ritmos da América Latina, do jazz, e que convidava à dança.

Da formação do grupo fazem parte músicos de origens diversas, entre os 27 e os 50 anos, como João Leitão (Irmãos Catita), Sérgio Costa (Quinteto Tati), João Pinheiro (Gnu), a cantora Márcia Santos, a actriz Ana Brandão e o designer Mário Feliciano.

O Real Combo Lisbonense está já a pré-produzir o primeiro álbum, que terá também convidados, à semelhança do que acontece nos concertos, e o repertório incluirá temas que nunca tocaram ao vivo.

@SAPO/Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.