Em conversa com o SAPO Mag, Paul Wilson frisou que acredita que "o processo é diferente em cada canção" e que algumas "possuem batidas eletrónicas, outras são acústicas" (com instrumental mais ‘orgânico’) e outras têm um toque mais rock. O baixista explicou ainda que para cada canção "há uma abordagem totalmente diferente".

O baixista contou ainda que grande parte das canções surgem "de ideias do Gary", o vocalista dos Snow Patrol e que, só depois, vêm as guitarras, sem que haja "uma fórmula exata para compor as músicas".

"Wildness", o novo disco, considerado por muitos o mais diferente e experimental da banda britânica até agora, expressa "o momento no qual se está" e "é definitivamente a soma mais completa" do que é o coração de Gary, nas suas melodias e composições.

Na entrevista, Johnny McDaid lembrou ainda que os Snow Patrol atuaram pela última vez em Portugal há seis anos, mas que "adora" tocar em terras lusas porque o público "gosta de celebrar". Apesar dos 40 minutos de concerto no NOS Alive, a banda relembrou que vai regressar a Portugal em fevereiro.

No final da conversa, Johnny McDaid confessou ser fã dos London Grammar e disse ter ficado impressionado com o trabalho da banda. O guitarrista frisou ainda que ficou "muito feliz" por ver um concerto do grupo e que Hannah Reid (a vocalista) "é uma das grandes vozes da nossa geração".

Veja a entrevista:

*Entrevista por Fernando Araújo (Rock Brigade/ Hedflow)

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.