O ator pornográfico Ron Jeremy vai enfrentar mais sete acusações de abusos sexuais por parte do Ministério Público de Los Angeles.

Os casos de violação e outros crimes envolvem cinco mulheres e uma jovem de 17 anos revelados pelas autoridades judiciais na quinta-feira (28) terão ocorrido entre 1996 e 2013.

Outras 14 acusações não vão avançar porque prescreveram os prazos.

Ron Jeremy, de 67 anos, enfrenta agora onze acusações de violação, seis de sexo oral forçado, oito de violência sexual restritiva e muitas outras de vítimas em que a mais nova tinha 15 anos.

A polémica estrela da indústria pornográfica, que apareceu em mais de 1.700 filmes, está presa desde junho porque não pode pagar a fiança de 6,6 milhões de dólares. Declarou-se inocente de todas as acusações.

Se for considerado culpado, pode ser condenado a 330 anos de prisão.

Ron Jeremy, cujo nome verdadeiro é Ronald Jeremy Hyatt, apareceu em filmes adultos famosos como "Garganta Profunda II" e "John Wayne Bobbitt Uncut".

Com o seu característico bigode, era uma das estrelas mais reconhecidas da indústria pornográfica, embora nos últimos anos tenha sido banido por causa de acusações de abusos.

Depois que as as primeiras acusações foram feitas em junho, o seu advogado, Stuart Goldfarb, negou todas e insistiu que o seu cliente "não era um violador".

"Ao longo dos anos, Ron, por causa de quem ele é, foi praticamente amante de mais de quatro mil mulheres. E alegar que ele é um violador é mais além ... quero dizer, as mulheres atiram-se a ele", garantiu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.