Fonte bancária próxima do processo disse à agência noticiosa AFP que o acordo de fusão entre as duas empresas deverá mudar totalmente o cenário dos media norte-americanos.

Através do negócio, será criado um grupo de media e tecnologia com um vasto número de veículos de comunicação e empresas de entretenimento, assim como os recursos para a sua difusão.

A AT&T é a maior operadora de televisão paga (por cabo) no mercado norte-americano. O acordo avalia a Time Warner - que inclui a HBO, CNN, Cartoon Network e os estúdios Warner Bros - em mais de 84 mil milhões de dólares, formando "a perfeita combinação de duas companhias com capacidades complementares, que podem oferecer uma nova visão sobre como os meios e a indústria das comunicações trabalham para os clientes, criadores de conteúdos, distribuidores e publicidade", disse o presidente-executivo da AT&T, Randall Stephenson.

Com a Time Warner, a AT&T controlará um importante catálogo de conteúdos em áreas como o desporto, o cinema (blockbusters como "Esquadrão Suicida") e séries televisivas ("A Guerra dos Tronos", "The Wire", "O Sexo e a Cidade" "Os Sopranos".

Esta fusão deverá ser examinada pelas autoridades da concorrência porque a nova entidade valerá mais de 300 mil milhões de euros em bolsa, com as atividades a percorrer as telecomunicações, media, cabo e internet. Vários analistas apontam que a fusão pode enfrentar a resistência das agências reguladoras norte-americanas. "Pensamos que uma longa análise pode fazer com que as duas partes reflitam", afirma o Credit Suisse, que recorda a profunda análise a que foi submetida a união entre Comcast e NBC Universal. A Time Warner já passou por uma tentativa, sem sucesso, de fusão com o grupo de internet AOL, em 2000.

A AT&T estava avaliada em 230,6 mil milhões de dólares na sexta-feira à noite pela bolsa de Nova Iorque, enquanto a Time Warner valia 69,9 mil milhões de dólares. Esta é a maior fusão entre um fornecedor de acesso a canais pagos e um fornecedor de conteúdos desde a compra, em 2011, da NBC Universal pela Comcast.

O interesse da AT&T pela Time Warner demonstra "o valor dos meios de comunicação para diversos distribuidores", destaca a RBC Capital Markets.

A Time Warner representa uma fatia muito atrativa do mercado, com o elevado valor dos conteúdos que possui e também pela estrutura relativamente simples do seu capital, por ter apenas um tipo de ação. Noutros grandes grupos, um acionista maioritário controla a empresa, como a família Murdoch na 21st Century Fox e os Redstone na Viacom e CBS.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.