Com um prémio monetário de cinco milhões de coroas suecas (478 mil euros), o Astrid Lindgren Memorial Award (ALMA) é considerado um dos mais prestigiados prémios internacionais dedicados à literatura e à promoção da leitura.

Para a edição de 2019, entre os 246 candidatos de 64 países havia cinco candidatos de Portugal: Catarina Sobral, Luísa Ducla Soares, Maria Teresa Maia Gonzalez, Bernardo Carvalho e a associação cultural Andante.

Bart Moeyaert, que nasceu em 1964, em Antuérpia, é autor de mais de 50 obras literárias, entre livro ilustrado, romances e poesia para crianças e jovens, peças de teatro e argumentos para televisão.

A obra está traduzida para mais de vinte países, mas é ainda inédita em Portugal.

Criado pelo governo sueco em homenagem à escritora Astrid Lindgren, o prémio foi atribuído pela primeira vez em 2003 ao autor norte-americano Maurice Sendak.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.