Fruto de uma parceria entre a Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM), a DGLAB e a Fundação Eça de Queiroz, estas bolsas visam promover a produção literária em língua portuguesa, naquele que é o maior programa de residências literárias do país.

A edição anterior contou com 206 candidaturas, de acordo com a DGLAB.

Cada temporada consiste na estadia de um autor durante um mês em Tormes, no concelho de Baião, distrito do Porto, com todas as despesas pagas, bem como honorários no valor de 1.330 euros e alojamento numa casa autónoma em Tormes.

As candidaturas ficam abertas até 30 de setembro e a primeira temporada ocorre em janeiro de 2024.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.