O trabalho editado na etiqueta austríaca Kairos contempla a produção de música electroacústica do compositor nos últimos dez anos e intitula-se "Fluxus".

A edição conta com a interpretação de Clara Saleiro e Duo Contracello (Portugal), Pınar Dinçer (Turquia) e Aleph Guitar Quartet (Alemanha). Por seu lado, na editora alemã estão editadas as obras camerísticas e solo do compositor, designadamente “Sangue Inverso - Inverso Sangue”.

Composta por andamentos que podem ser interpretados individualmente, ou em simultâneo, a obra tem interpretação do Ensemble Fractales (Bélgica), com a convidada Aida-Carmen Soanea (Alemanha).

Já a obra “Lysozyme Synthesis”, interpretada por Ana Telles, é inspirada no processo de síntese proteica. Composta em 2003, quando Jaime Reis tinha 19 anos, trata-se da obra mais antiga do compositor.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.