O festival já arrancou no final de agosto, com a realização de oficinas para crianças e a apresentação do trabalho de dois artistas que estiveram na ZONA, a plataforma do ZigurFest associada a residências artísticas na área das artes plásticas e visuais.

Face à pandemia da COVID-19, a organização foi "forçada" a apostar numa programação mais espalhada no tempo, optando por dinamizar vários concertos até dezembro, alguns de artistas e bandas que já passaram pelo festival, numa "espécie de 'best off' não oficial'", no ano em que o ZigurFest faz dez anos, disse à agência Lusa o responsável pela comunicação do evento, António Silva.

É isso que vai acontecer no sábado, no Museu de Lamego e no Teatro Ribeiro Conceição, que acolhem a "locomotiva psicadélica" 10 000 Russos e o "antropólogo da portugalidade" e "herói do kitsch" David Bruno, dois nomes que já tinham passado pelo festival.

A 3 de outubro, o festival acolhe concertos da dupla Joana Gama e Luís Fernandes e de Arianna Casellas, que se estreou com um EP lançado este ano.

De acordo com a organização, segue-se, a 31 de outubro, atuações de Angelica Salvi e Clothilde.

A 28 de novembro, também haverá dois concertos, mas os nomes ainda não estão confirmados, disse a organização.

O ZigurFest deverá terminar a 19 de dezembro com a apresentação de um espetáculo, com o título provisório de "Laboura", que foi resultado de uma residência artística em Lamego e que junta a companha de dança Busca-Pólos, o artista multidisciplinar Diogo Tudela e o recém-formado Sal Grosso Trio.

De acordo com António Silva, os concertos vão acontecer sempre aos sábados, às 18:00 e às 21:30.

Quanto aos espaços a serem utilizados pelo festival, o responsável esclareceu que ainda estão a ser estudadas possibilidades, com a organização a "jogar sempre com as regras da Direção Geral da Saúde".

Para além de concertos, deverão ainda ser dinamizadas algumas oficinas e conferências a anunciar.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.