Uma nota da organização do ciclo salienta que Javier Artigas é uma “autoridade no campo da interpretação da música ibérica para tecla” e que neste recital apresenta “um panorama da música praticada em Espanha durante o século XVIII”.

“Da escrita cravística do italiano Domenico Scarlatti, que serviu sucessivamente as cortes de Lisboa e Madrid, ao estilo tardio de Ramón Ferreñac, o órgão histórico de São Vicente de Fora falará, neste concerto, o idioma do estilo galante espanhol”, remata a mesma fonte.

Artigas, natural de Saragoça, fez estudos de piano, órgão e cravo, no Conservatório de Saragoça, tendo sido aluno González Uriol, organista que já atuou neste ciclo. O músico trabalhou ainda com a compositora Mercès Torrent, Lionel Rogg, Michael Radulescu, Klemens Schnorr, e prepara atualmente a sua tese de doutoramento.

Entre outras funções, é assessor da Direção-Geral de Cultura e Património Histórico para o Restauro e Conservação dos Órgãos Históricos da Comunidade Autónoma de Múrcia, no sul de Espanha, e é diretor artístico do Festival de Órgão de Múrcia.

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.