O EDP CoolJazz abriu no passado dia 18, nos Jardins do Marquês de Pombal, em Oeiras, com o duo Rodrigo y Gabriela, tendo na primeira atuado a portuguesa Márcia.

O cartaz deste ano contou nomes como Rita Redshoes, os The Pretenders, Maceo Parker e Da Chick, Maria Gadú, Jamie Lidell & The Royal Pharaohs, Luísa Sobral, e Filipe Catto, entre outros.

O Festival apresentou, este ano, pela primeira vez um espaço de apresentação “de talentos do jazz nacional”, o Cool Pick & Go, que funciona entre as 19:30 e as 21:00, e que hoje conta com a participação João Espadinha.

Jamie Cullum, que atuou em anteriores edições deste certame, nomeadamente em 2013, o que leva a organização a enaltecer o regresso: É “um nome muito querido para todos nós, e voltar a recebê-lo é um privilégio que, esperamos, seja partilhado por todos os que nos acompanham em cada edição e que fazem com que este festival seja sempre um novo desafio a ser superado”.

Cullum, segundo a organização, irá interpretar temas dos seus discos mais recentes álbuns, como “Interlude” e “Momentum”, ao lado de outros sucessos mais antigos, como “Pointless Nostalgic”, “Twentysomething”, ”Catching Tales” e “The Pursuit”.

O músico já vendeu mais de dez milhões de cópias dos seus discos em todo o mundo, segundo a mesma fonte.

Nascido há 37 anos em Essex, na Inglaterra, Jamie Cullum recebeu um Grammy, dois Globos de Ouro, dois Brit Awards, os prémios da indústria fonográfica britânica, entre outros galardões.

No ano passado, 35.000 pessoas assistiram aos oito concertos do festival CoolJazz, segundo dados da organização.

Ao longo de 13 anos, o certame produziu “mais de 130 concertos”, tendo juntado “mais 300.000 pessoas”, segundo a organizadora do festival.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.