Em nota enviada à agência Lusa, a editora realça que o órgão Riepp “é um dos mais importantes instrumentos históricos europeus”, contemporâneo do órgão lisboeta que se encontra “em estado quase original", tendo tido "uma intervenção de restauro de pouca monta, em finais do século XIX, e novamente no século seguinte", em 1956/1957, e depois em 1977, disse à Lusa o seu organista titular, João Vaz.

Josef Miltschitzky vai apresentar um recital de que constam, entre outros, Johann Speth, Johsann Krieger, Frei Jacinto do Sacramento e, com a participação da soprano Susanne Jutz-Miltschitzky, “Versos do primeiro tom para se cantarem ao órgão”, de Manuel Rodrigues Coelho, e o motete “Ave Maria”, de um compositor anónimo espanhol do século XVIII.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.