Júlio Resende, natural de Faro, mas que cresceu na vizinha cidade de Olhão, começou a tocar piano aos 4 anos. Conta já com sete álbuns editados, num percurso iniciado no jazz e com passagens pelo fado e pelo pop-rock eletrónico.

O álbum "Júlio Resende Fado Jazz Ensemble" sucede a "Cinderella Cyborg" (2019), um encontro do piano, da bateria e do contrabaixo com os sons eletrónicos dos 'pads' e 'chips'.

Anteriormente tinha editado, em 2017, com Salvador Sobral, um disco a partir da poesia em língua inglesa de Fernando Pessoa (1888-1935) com uma banda de pop-rock eletrónico à qual deu o nome de Alexander Search, um dos pseudónimos do poeta.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.