Numa entrevista à revista Harper’s Bazaar, Jennifer Lopez revelou a sua história #MeToo.

Em mais um momento de abuso de poder em Hollywood, recordou como, no início da carreira, um realizador quis que tirasse a tirar a roupa da cintura para cima. Ela recusou, mas recorda ter ficado aterrorizada porque se tratava da pessoa que a tinha contratado.

"Não fui abusada da forma que algumas mulheres foram", garantiu.

"Mas um realizador dizer-me para tirar a blusa e mostrar os meus seios? Sim, aconteceu. Mas fiz isso? Não, não fiz", acrescentou.

"Quando falei estava aterrorizada. Recordo-me do meu coração bater tão forte que parecia que ia sair do peito. Pensei 'O que fiz? Este homem está a contratar-me!' Era um dos meus primeiros filmes. Mas na minha cabeça sabia que o comportamento não estava certo. Podia ter ido para um lado ou outro para mim. Mas acho que, no fim, a Bronx em mim [a zona de Nova Iorque conhecida pela sua dureza] estava, 'Não não vai acontecer'.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.