O rapper, cujo nome verdadeiro é Nils Kurt Erik Einar Grönberg, já havia sido alvo de uma tentativa de sequestro em 2020. O artista foi morto à queima-roupa numa rua do bairro residencial de Hammarby Sjöstad, próximo do centro de Estocolmo.

A polícia recebeu avisos de tiros disparados por volta das 23h00 no bairro, em geral tranquilo.

Einar estava gravemente ferido quando foi encontrado pelos serviços de emergência, que tentaram salvá-lo. O rapper não resistiu e no morreu ainda no local, relatou Towe Hagg, porta-voz da polícia de Estocolmo.

Como costuma acontecer, a polícia sueca não confirmou oficialmente a identidade da vítima, revelada por diferentes veículos de comunicação ontem à noite.

Uma investigação de assassinato foi aberta e a polícia está a ouvir testemunhas, acrescentou o porta-voz.

Einar tornou-se muito popular em 2019 com a canção "Katten i trakten" ("O gato no setor", em tradução livre). O tema chegou ao topo das tabelas suecas e recebeu vários prémios. Muitas das suas canções falam de criminalidade, drogas e armas.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.