Chester Bennington, um dos vocalistas dos Linkin Park, morreu esta quinta-feira, 20 de julho, confirmou o médico legista do condado de Los Angeles à Associated Press, sem avançar mais detalhes. Segundo o site TMZ,  o músico terá cometido suicídio na sua casa de Palos Verdes, em Los Angeles.

O corpo do cantor de 41 anos foi encontrado na manhã desta quinta-feira, 20 de julho, pouco antes das nove da manhã (17h00 em Portugal continental). A agência AP cita o porta-voz do médico legista do condado de Los Angeles, que adiantou que a morte está a ser investigada como “um aparente suicídio”.

Ao site TMZ, fontes policiais avançam ainda que Chester Bennington se enforcou.

Mike Shinoda, outro dos membros fundadores da banda, também confirmou a morte no Twitter, confessando estar "chocado e de coração partido". O músico avançou ainda que os Linkin Park vão emitir um comunicado oficial em breve.

O vocalista enfrentava há vários anos problemas ligados ao consumo de drogas e álcool. Segundo o TMZ, o músico tinha confessado anteriormente que já tinha pensado em suicidar-se porque teria sido abusado sexualmente em criança por um homem mais velho.

O vocalista do grupo norte-americano era muito próximo de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que se suicidou em maio, aos 52 anos. Na altura, o músico partilhou uma carta aberta dedicada aos amigo.

Por mera coincidência (ou não), o cantor Chester Bennington morreu no dia de nascimento de Cornell, que faria esta quinta-feira 53 anos.

Chester Bennington era casado e tinha seis filhos, um deles adotivo, de duas mulheres.

O músico ficou conhecido em todo o mundo depois do lançamento do primeiro disco ("Hybrid Theory") dos Linkin Park, em 2000. Bennington criou ainda o grupo Dead by Sunrise e chegou a substituir o histórico Scott Weiland nos Stone Temple Pilots.

"Faint", "In the end", "Crawling" e "Numb" são alguns dos maiores sucessos da carreira do grupo que liderava com Mike Shinoda, co-vocalista dos Linkin Park. Os Linkin Park estrearam-se ao vivo em Portugal em setembro de 2003, com um concerto no Pavilhão Atlântico. Entretanto regressaram várias vezes a Portugal, nomeadamente em 2004, para o festival Super Bock Super Rock, em Lisboa, em 2007, para o festival NOS Alive, em Oeiras, em 2008, 2010, 2012 e 2014, para o festival Rock in Rio, em Lisboa, e, em 2009, para o festival Rock One, em Portimão.

Os concertos em Portugal

Os norte-americanos atuaram pela última vez em Portugal nos 10 anos do Rock in Rio Lisboa, em 2014. No Parque da Bela Vista, a banda foi recebida por mais de 68 mil pessoas. Chester Bennington e Mike Shinoda marcaram presença em três das sete edições do Rock in Rio Lisboa. A vice-presidente do evento de música e entretenimento, Roberta Medina, disse ao SAPO Mag que os Linkin Park eram “uma das bandas mais pedidas pelo público português". "O nível de popularidade deles em Portugal é inegável", frisou.

Atualmente, os Linkin Park encontravam-se promover o último disco, "One More Light", lançado a 19 de maio. A banda foi, no passado fim de semana,  cabeças de cartaz do festival Hellfes, em França, e tinha um concerto marcado para 27 de julho, no Xfinity Center, em Mansfield, no Estado norte-americano de Massachusetts, no âmbito da digressão do seu mais recente álbum. A 28 de julho deveriam atuar em Nova Iorque.

Durante a tarde desta quinta-feira, o grupo partilhou inclusive um novo videoclip nas redes sociais.

Recorde alguns dos temas dos Linkin Park:

A banda venceu dois Grammys, pela atuação no tema "Crawling" e pelo single "Numb/Encore", do disco "Collision Course", gravado em colaboração com o rapper Jay-Z, em 2004.

Depois do TMZ avançar a notícia, os fãs começaram de imediato a partilhar homenagens nas redes sociais.

Várias celebridades e vários artistas também já reagiram à notícia nas redes sociais.

"O suicídio é o diabo da terra", escreveu a banda One Republic na sua conta no Twitter.

"Um final trágico", escreveu Chance, The Rapper nas redes sociais, enviando as condolências à família e à banda.

No Twitter, Jimmy Kimmel revelou que o vocalista dos Linkin Park foi um dos convidados mais simpáticos que recebeu no seu talk show.

"Sem palavras", escreveram os Imagine Dragons, banda que atuou este ano no NOS Alive, festival onde os Linkin Park atuaram em 2007.

“Literalmente, o talento mais impressionante que já vi na vida”, escreveu Rihanna na sua conta no Instagram.

Leia aqui mais reações à morte do cantor.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.